Salgueiro - Samba Enredo 2017

G.R.E.S. Acadêmicos do Salgueiro
Enredo 2017: A Divina Comédia do Carnaval

Sinopse do Enredo
“Carnaval do Rio, vendaval de sentidos! (...)
Tu és o espasmo da fera na civilização". (João do Rio)

Quem sou eu nessa selva de ilusões que se ergue
quando o mundo real acaba em cinzas
para renascer vibrante nas chamas de
mais um Carnaval?

Muito prazer! Sou um aventureiro errante,
passageiro do delírio. Mas podem me chamar de poeta...

Samba Concorrente nr. 14
Compositores: Luiz Pião, Gilmar L. Silva, Ivan Ribeiro e João Conga
Interpretes: Alexandre D'Mendes e Hudson Luiz

aaa

Salgueiro 2016 - Samba da parceria de David Correa

G.R.E.S. Acadêmicos do Salgueiro
Enredo 2016: A Ópera dos Malandros
Samba Concorrente nr. 14
Compositores: David Correa, Luiz Pião, Gilmar L Silva, Ivan Ribeiro, Melo e Michel das Candongas
Interprete: Anderson Paz
Clip

SEU MOÇO, NA LUZ DO LUAR
VI O MEU CAMINHAR, SALGUEIRO
A MINHA CASA É DE BAMBA
MEU POVO DO SAMBA MANDEI CONVIDAR
MALANDROS DO MORRO E DO ASFALTO
RALES E MONARCOS, DELIRANTES A DESFILAR
RIO DE JANEIRO ME ACENDE O CANDEEIRO
BOTA A MALANDRAGEM PRA SAMBAR

ONDE A GIRA GIRAR EU TÔ
VADIAR NA LAPA EU VOU, MEU AMOR
CRAVO NA LAPELA E PRA ELA
UM BUQUE DE FLOR

PALCO SOB A LUA
ÓPERA DE RUA, CARNAVAL
DAS DAMAS DA NOITE, UM BEIJO TÃO DOCE
UM ENCONTRO CASUAL
NO JOGO DA VIDA, A SORTE CONVIDA
UM BRINDE NA MESA DE UM BAR
CAMINHOS ABERTOS NA PAZ O DIA CLAREAR
AMIGO DE FÉ NÃO DEIXA NA MÃO
O SEU RITUAL QUEBRA MANDINGA
SALVE! A FALANGE DO ZÉ DA GINGA

Ê MOJIBÁ LÁ VEM SALGUIEIRO
AVENIDA É MEU TERREIRO
TEM SAMBA NO PÉ
BOA NOITE, BOA NOITE... AXÉ!
MALANDRO É MALANDRO, MANÉ É MANÉ

A Ópera dos Malandros - Salgueiro 2016

Eis… o malandro “no palco” outra vez.
Vem chegando assim de viés,
Sambando miudinho, dizendo no pé!
Pisa suave, riscando no asfalto os passos de uma ópera bem carioca.
Uma obra em seis atos, embalada por um samba em homenagem
à nata da malandragem.
Por isso, se segura, malandro!!
Vem aí…

Salgueiro 2016
A Ópera dos Malandros

Enredo livremente inspirado na obra:
“A Ópera do Malandro” de Chico Buarque de Hollanda.

Salgueiro 2015-Do fundo do Quintal, saberes e sabores na Sapucaí…

Samba Enredo Carnaval 2015.
Compositores:
Xande de Pilares, Jassa, Betinho de Pilares, Miudinho, Luiz Pião e W.Correa

Clip

TEM AMOR NESSE TEMPERO... SALGUEIRO
ESSE “TREM É BOM DEMAIS”
VEM DOS TEMPOS DOS MEUS ANCESTRAIS
FOI O ÍNDIO QUE ENSINOU
COM SUA SABEDORIA
O JEITO DE APROVEITAR, TUDO QUE A TERRA DÁ, NO DIA-A-DIA
É DE DAR ÁGUA NA BOCA, SE LAMBUZAR
VISITAR O PARAÍSO.... E SONHAR

O DANADO DESSE CHEIRO SÔ!... Ô SINHÁ
ATIÇOU MEU PALADAR... Ô SINHÁ
JÁ BEBI UMA “PURINHA” VIM SAMBAR NA ACADEMIA
E NÃO QUERO MAIS PARAR... Ô SINHÁ

O OURO DESPERTA AMBIÇÃO
DA FOME NASCE A CRIATIVIDADE
O BRANCO, O NEGRO E SEUS COSTUMES
TRAZENDO MUITO MAIS VARIEDADE
UM ELO EM COMUNHÃO
E A CULINÁRIA VIROU ARTE E TRADIÇÃO

É NO TACHO... NA PANELA... MEXE COM A COLHER DE PAU
SABERES E SABORES LÁ DO FUNDO DO QUINTAL

PEÇO A NOSSA SENHORA PRA NÃO DEIXAR FALTAR
É DIVINA... QUE DELÍCIA... PRONTA PRA SABOREAR

PREPARA A MESA BOTA A FÉ NO CORAÇÃO
NUMA SÓ VOZ VAI MEU SAMBA EM LOUVAÇÃO
É O MEU SALGUEIRO COM GOSTO DE QUERO MAIS
OH MINAS GERAIS!

Malandragem, Adeus: Com Exceção do Zé o Resto é Mané (2006)

Recordar é viver! Esse foi o meu terceiro Samba, ele tem um gostinho especial.
Alô comunidade dos Tabájaras.


Unidos de Villa Rica de Copacabana
Compositores: Pato Roco, Marinho Vaidade, Benson e Luiz Pião

A Villa Rica faz o retrato falado
Da malandragem dos primórdios carnavais
Malandro que é malandro não vacila
E quando briga, olha, tem mulher por trás
As maltas têm guerreiros, capoeiras imortais
Na luta não morreu, se transformou
No Rio de Janeiro, a Lapa é reduto de bambas
A boemia vai até o sol raiar
E se não for malandro, dança
Na morada dos anjos, a invocação
Preservar a malandragem é a salvação

Zé, faça tudo que quiser
Só não maltrate (bis)
O coração dessa mulher

Olha o breque, Morengueira
Vem, levanta meu astral (bis)
Villa Rica traz malandros
Pra brincar o carnaval

Saudações àqueles que partiram
Deixando aqui na terra, a cultura
Pintor, escritor, compositor
O que fizeram sempre foi com muito amor
Uma pequena notável com Zé Carioca
Ao mundo encantou
Chora, a boemia toda chora
Saudades de você vamos sentir

Quem é malandro é, é seu Zé
Dou adeus à malandragem (bis)
Que o resto é mané

Salgueiro 2014 - Samba da parceria de Moisés Santiago

G.R.E.S. Acadêmicos do Salgueiro
Enredo 2014: Gaia - a vida em nossas mãos
Samba concorrente nr. 12
Compositores: Moisés Santiago, Luis Pião, Tico do Gato, Waltinho Honorato, Elton Carvalho, Benson e W. Corrêa
Interpretes: Gilsinho, Wantuir e Moisés Santiago
Clip

LEVA SALGUEIRO... SALGUEIRO!
A MENSAGEM DE OLORUM À HUMANIDADE!
PRA SABER HARMONIZAR... E PRESERVAR A VIDA!
DÁ O GRITO DE ALERTA
QUE O MUNDO DESPERTA!
CONSCIENTIZAR, RESPEITAR
A TERRA, ÁGUA, FOGO E AR!
AS RIQUEZAS EM NOSSAS MÃOS... DO NOSSO CHÃO... PRA ALIMENTAR!
ESSÊNCIA QUE NOS FAZ VIVER, EMBEBECER, PURIFICAR!
A CHAMA QUE AQUECE ILUMINA
DAS CINZAS RENASCE, TRANSFORMA!
UM CHEIRO NO AR... SAUDADE... AROMA DE FELICIDADE!

TEM QUE DAR VALOR... CUIDAR!
ABRAÇAR O MUNDO... CULTIVAR!
SEMEAR CARINHO... AMOR!
E A ACADEMIA... BATE O TAMBOR!

GAIA... TESOURO... VENTRE... MÃE!
FORÇA QUE IRRADIA... ENERGIA
ONDE A VIDA FAZ MORADA!
CONVIVER NA PAZ DO BEM-ESTAR
CONSUMIR SEM DEGRADAR TANTA BELEZA!
PROGREDIR... MAS, SEM FERIR A NATUREZA!

SERÁ QUE A TAL GANÂNCIA, A INTOLERÂNCIA UM DIA VÃO FINDAR?
O FUTURO É AGORA...
NOSSO PLANETA CHORA
SE LIGA QUE CHEGOU A HORA!

SALGUEIRO SOLTA A VOZ DO CORAÇÃO!
CANTA E DANÇA, CLAMA EM ORAÇÃO!
UM UNIVERSO DE HARMONIA
VIBRANDO EM CLIMA DE ALEGRIA!

Fama - Salgueiro 2013


GRES Acadêmicos do Salgueiro
Enredo "Fama",

Samba concorrente 07
Parceria: Demá Chagas, Anderson Benson, Alessandro Falcão, Elcinho Saara, Miudinho e Luiz Pião
Intérprete: Nêgo


Luiz Pião

Os flashs hoje são pra Academia
Faz pulsar meu coração
Sagaz o faraó se eternizou
E o "grande" conquistou a sua vez
A máscara esconde sei lá se revela!
Não sei se é fera
Será que é bela?
Os traços da nobreza no retrato
Maior barraco Beatles versus criador
Calma... Isso é papo de tiéte
Vou postar vocês na internet

Faz uma pose pra mim
O photoshop te faz
Transforma todas em sereia
E muito mais

Deixa a fama te levar... vai brilhar
Eu vou junto com você... resplandecer
Nas colunas sociais
Tem chique, chique que nem eu
A mosca tá querendo me atrasar
A vida é um sobe desce sem parar
Sou feliz... sou Salgueiro
A minha fama corre o mundo inteiro
Celebridades do carnaval
É diferente não me leve a mal

Hoje a cara do Salgueiro é você
A fama e o glamour são ambições da humanidade
Tá querendo aparecer
Na Academia você é celebridade